Ferramenta virtual amplia alcance das ações de educação ambiental do Pró-Sinos

Planejamento Estratégico da área prevê jogo educativo, alcance de mais de 4 mil pessoas e 100 horas de capacitação.

 

Mais de 30 representantes de municípios consorciados ao Pró-Sinos acompanharam nesta quinta-feira (04), virtualmente, a apresentação do Planejamento Estratégico de Educação Ambiental da entidade. Para este ano, a entidade prevê a consolidação de uma ferramenta virtual integrada e aberta ao público, para que cada município compartilhe a sua experiência na área ambiental. O foco é melhorar a qualidade de vida dos munícipes e o cuidado com as águas da bacia do Rio dos Sinos.

 

Em 2021, o consórcio também deve oferecer um recurso lúdico, interativo e itinerante, a exemplo de jogos educativos, para reforçar a temática junto à população. A expectativa é atender mais de 4 mil pessoas na região da bacia com as atividades. Em alusão ao Dia Mundial da Água, por exemplo, que ocorre em 22 de março, serão realizadas ações lembrando a importância desse recurso. 

 

O diretor-técnico, Hener de Souza Nunes Junior, destacou a mobilização social do grupo de Interlocutores Ambientais. “Recentemente, no ano que passou, os Interlocutores Ambientais mobilizaram-se no levantamento dos Pontos de Entrega Voluntária (PEV) de resíduos com maior potencial de danos e incluídos no Sistema de Logística Reversa. Esse programa já trouxe benefícios concretos para a comunidade, com a abertura de novos PEVs, e terá continuidade neste ano. Novamente contaremos com a ação decisiva dos Interlocutores”, pontuou.

 

União e conscientização

Esta foi a primeira reunião de 2021 com interlocutores de Educação Ambiental dos municípios consorciados. Para a coordenadora de Educação Ambiental do Pró-Sinos, Daniela Tomaz, a articulação do grupo ajuda a multiplicar a conscientização, já que as atividades presenciais foram suspensas em razão da pandemia da Covid-19. “Essa proposta virtual servirá de apoio e estímulo para a prática, como um convite à ações que contribuam para a melhoria da Bacia e na qualidade de vida. Sabemos que muitos já fazem a sua parte e esse compartilhamento de informações entre gestores e sociedade reflete um comportamento mais consciente lá na ponta.”, destacou.

 

O diretor-geral do Pró-Sinos, Luciano Machado, citou a relevância do trabalho ambiental, seguindo as diretrizes do presidente do consórcio, o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal. “Temos autonomia para trabalhar de acordo com a realidade de cada município. Dialogamos com todos, no intuito de que as ações sejam direcionadas e gerem resultados verdadeiros para as comunidades. Contamos com esse empenho conjunto”, salientou.

 

O Seminário Anual de Saneamento Básico e as reuniões temáticas mensais serão mantidas, seguindo todos os protocolos de segurança. Já o Programa de Saneamento na Escola deve ser retomado somente após a definição de retorno das atividades presenciais nas instituições de ensino. Para dar suporte às ações, o consórcio vai disponibilizar materiais informativos e pretende oferecer 100 horas de formação e capacitação ao longo do ano. 

 

Também participaram da reunião representantes da Emater e professores do Scienza Cursos, que apresentaram o painel “A água que eu vejo e a água que eu não vejo: analisando as percepções públicas sobre a água no ambiente urbano".





Endereço

Atendimento