Vencedores de gincana Ambiental - Juventude em Ação: Salvando o Arroio Voluntária são conhecidos em live pelo YouTube

Atividade virtual envolvendo 13 equipes de estudantes do 6º ao 9º ano contou com recursos do Edital de Mobilização Socioambiental 2019, do Consórcio Pró-Sinos

Depois de cinco semanas mobilizando mais de 50 estudantes de Igrejinha com idades entre dez e 15 anos em torno de importantes temas relacionados à preservação do meio ambiente, a 1ª Gincana Ambiental – Juventude em Ação: Salvando o Arroio Voluntária já tem os vencedores da competição. Em uma live transmitida pelo Youtube no último sábado (5), as três primeiras posições foram anunciadas por Eduardo Manique, diretor-presidente do Grupo Escoteiro Igrejinha (GEI), que coordenou a programação. Participaram 13 equipes de alunos do 6º ao 9º ano de Igrejinha e jovens do município que estudam em outras cidades.

Em terceiro lugar, houve um empate entre Vicki (da Escola Estadual Promorar) e Solitário (da Escola Municipal Machado de Assis e do Centro Sinodal de Ensino Médio Dorothea Schäfke). Em segundo, ficou a equipe Kampff (da Escola Municipal Machado de Assis). E os grandes vencedores foram os integrantes da Paranhana (da Escola Municipal Anita Garibaldi). A premiação será entregue no dia 21 de novembro, quando o GEI completará quatro anos de atividades. Os participantes também receberão certificado de fiscais ambientais.

Por conta do isolamento social, todas as tarefas foram virtuais. Nas três primeiras semanas, o impacto da produção de lixo, alternativas para sua redução, reflexões sobre desperdício e consumo exagerado pautaram as tarefas. Relacionadas ao princípio dos 3 R’s da Sustentabilidade (Reduzir, Reutilizar e Reciclar), as equipes prepararam pratos com partes dos vegetais que geralmente são desprezadas. E também produziram objetos úteis no dia a dia reciclando materiais. A quarta tarefa foi relacionada às mudanças climáticas, e a última buscou incentivar a recuperação da cobertura vegetal do planeta, com o plantio de mudas de árvores e plantas alimentícias na cidade.

“Foram cinco semanas bastante ativas de interação. A cada semana, teve um novo desafio ambiental. As tarefas envolveram diversão, informação, troca de ideias, criatividade e, acima de tudo, reflexão sobre o futuro do nosso planeta”, destacou Eduardo Manique. Para Nicole Rothmann, líder da equipe Paranhana, que alcançou a primeira colocação, foi um período rico. “Ganhar a gincana foi uma surpresa para todos nós, ficamos muito felizes. Vimos o quão importante é dar continuidade ao aprendizado e passar o conhecimento para mais pessoas, para assim podermos fazer um mundo melhor”, destacou a estudante que  trabalhou ao lado dos colegas Marina, Raissa e Erick.

A gincana contou com recursos do Pró-Sinos, por meio do Edital de Mobilização Socioambiental de 2019, que disponibilizou R$ 20 mil para a Prefeitura de Igrejinha, um dos quatro municípios contemplados. A próxima atividade, que já  está com inscrições abertas para escolas de Igrejinha, é o concurso literário Meio Ambiente: Fazendo a nossa parte, voltado à mesma faixa de público da gincana.

 

Edital de Mobilização Socioambiental

Para viabilizar o desenvolvimento de ações de mobilização socioambiental nos municípios consorciados, foi lançado um edital de fomento a projetos voltados à prevenção e ao combate a danos ambientais na Bacia do Rio dos Sinos. Os recursos do edital são provenientes do Programa de Prevenção e Monitoramento a Danos Ambientais da Bacia dos Sinos, por meio da Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental (TCFA), totalizando R$ 100 mil. Em 2019, oito cidades participaram do edital, com envio de 14 projetos de mobilização socioambiental. Desses 14 projetos, 11 foram classificados pela Comissão de Avaliação – seis deles foram contemplados, beneficiando quatro municípios.

 





Endereço

Atendimento