Ecopontos Garantem Descarte Adequado de Resíduos Que Não Fazem Parte da Coleta Domiciliar e Seletiva

No mês do Meio Ambiente, o Consórcio Pró-Sinos destaca a importância deste espaço especial para recebimento de materiais como restos de obra, pneus, óleo de cozinha, pilhas e outros itens

O descarte adequado de resíduos é fundamental para reduzir impactos ambientais e garantir o tratamento certo para cada tipo de material. Os itens que não se enquadram nas características dos recolhidos pela coleta domiciliar ou pela coleta seletiva podem ser destinados aos Ecopontos das cidades que possuem esse serviço. No mês do Meio Ambiente, o Consórcio Pró-Sinos destaca a importância dessa solução intermediária no processo de tratamento de resíduos.

Podas, restos de obras da construção civil, óleo de cozinha, móveis, pilhas, lâmpadas, baterias e pneus, são exemplos de materiais que podem ser descartados nos Ecopontos. De acordo com a diretora-geral do Pró-Sinos, Jéssica Madril, esse tipo de resíduo especial merece atenção da população, pois geralmente apresenta algum risco de contaminação ambiental ou pode causar ferimento em quem o manuseia. Também fazem parte desse grupo materiais de grande volume, que não podem ser levados pela coleta domiciliar urbana, nem pela coleta seletiva. 

Os Ecopontos são organizados de modo a oferecer condições para recebimento de vários tipos de materiais. Neles, é feita separação e acondicionamento até a condução para seu destino final. “Muitas vezes, esses materiais separados e acondicionados de maneira correta permitem alguma forma de reciclagem. Isso não acontece se eles forem recolhidos misturados com outros tipos de resíduos”, destaca Jéssica.

Em Esteio, um dos municípios consorciados ao Pró-Sinos, há dois Ecopontos. No bairro Olímpica, são recebidos restos de obras, podas de árvores, móveis, bateria de celular, pilhas, óleo de cozinha usado, além de materiais recicláveis (metais, vidros, plásticos, papéis e eletrônicos, entre outros). Já no bairro Novo Esteio, restos de construção civil, podas e madeiras podem ser descartados. O município conta com Ecolegais, contêineres em 13 pontos da cidade. Recentemente, membros da secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos de Cachoeirinha estiveram em Esteio para troca de experiências e para conhecer os procedimentos de destinação dos resíduos recebidos nos Ecopontos. A diretora-geral do Pró-Sinos participou do encontro.

 

 





Endereço

Atendimento