Audiência Pública debate abastecimento de água em Nova Hartz

O Consórcio Público de Saneamento Básico da Bacia do Rio dos Sinos participou na última semana de audiência pública em Nova Hartz para discutir o abastecimento de água tratada no município. Com a participação de mais de cem pessoas da comunidade, que se manifestaram favoravelmente à chegada da Corsan à cidade, o encontro contou com a participação, também, de técnicos da estatal, vereadores e prefeito Flávio Emílio Jost.

O diretor de Regulação do Pró-Sinos, o engenheiro Tiago Luís Gomes, ressaltou as dificuldades de Nova Hartz no abastecimento. “Aproximadamente 20% da população possui acesso à água tratada. Conforme parâmetros do Ministério da Saúde, o restante é proveniente de fontes alternativas como poços individuais, sem outorga e com ausência de desinfecção e fluoretação. Estamos à disposição para colaborar com o município na solução desse problema, destacou Gomes.

O engenheiro da Corsan, José Homero Finamor Pinto, ressaltou que a estatal não tem o direito de obrigar a população a receber água tratada ou fechar seus poços artesianos. “Ou seja, a água tratada será ligada em sua residência somente com o pedido de ligação. A partir disso será cobrada a taxa e consumo”.
A assessora especial do Pró-Sinos, a advogada Monique Wilborn, também prestigiou a audiência pública.

 










Compartilhar

Endereço

Atendimento